Os consumidores desempenham um papel fundamental na sustentabilidade da indústria da moda

Com suas escolhas e decisões,

eles estão transformando todo o negócio

Os consumidores desempenham um papel fundamental para a moda sustentável, apesar de muitas vezes não estarem conscientes disso. Com suas decisões de compra, eles têm o poder de deslocar toda a indústria para uma abordagem mais sustentável.

De acordo com múltiplas evidências, essa mudança já começou, porque eles estão fazendo a conexão entre os produtos que compram e seu impacto no meio ambiente.

Uma pesquisa realizada pela Euromonitor International, como exemplo, mostrou que 53% dos consumidores acreditam que sua escolha de compra pode fazer a diferença no mundo.

Em termos de decisões de compra, existem várias evidências mostrando que a sustentabilidade se tornou característica que os consumidores levam em conta. De acordo com uma pesquisa da PricewaterhouseCoopers, 58% dos consumidores britânicos compram menos produtos sustentáveis ​​do que gostariam e uma  pesquisa da revista Fashion Revolution mostrou que 37% das pessoas dizem que é muito importante que a roupa que compram não possua processo prejudicial ao meio ambiente.

É importante mencionar que o maior interesse por sustentabilidade vem do segmento de consumidores jovens: 77% dos Millennials preferem comprar marcas ecologicamente corretas e grupos etários mais prováveis ​​para mudar para razões ambientais. 

Isso significa que, olhando para o futuro, o impacto da indústria da moda no meio ambiente não pode ser considerado sem importância por muito mais tempo.

Que tipo de moda é sustentável?

Moda sustentável pode ter várias declinações, mas com respeito pelas pessoas e pelo meio ambiente como um denominador comum

À medida que a demanda por moda sustentável cresce, também é importante entender o que exatamente é isso e que tipo de processos e equipamentos podem ser considerados sustentáveis. 

Uma abordagem sustentável pode envolver muitos aspectos desde a produção, distribuição e disponibilidade: matérias-primas até a fabricação e acabamento; da embalagem até a logística.  

Aqui estão alguns exemplos.

Algodão

Orgânico

A produção de algodão orgânico começou a crescer como uma reação as preocupações ambientais e de saúde da indústria têxtil.

Um campo de algodão orgânico precisa ser livre de pesticidas e herbicidas por pelo menos três anos e a semente não deve ser geneticamente modificada.

O cultivo de algodão orgânico produz menos impactos adversos sobre o meio ambiente em comparação com o algodão não-orgânico, a fertilidade do solo é mantida através da expansão da agricultura biologicamente diferente. 

Tecidos

Reciclados

Com a produção de têxteis que atingiu níveis mais elevados, a importância da reciclagem de têxteis tem crescido mais e mais.

Uma vez nos aterros, as fibras naturais podem levar centenas de anos para se decompor. Além disso, têxteis sintéticos são projetados para não se decompor, liberando substâncias tóxicas nas águas subterrâneas e no solo circundante.

A reciclagem têxtil oferece uma série de benefícios para o meio ambiente. Isso reduz drasticamente o consumo de água para cultivar as plantas de algodão. 

 

Além disso, é consistente com o conceito de economia circular, um sistema econômico que visa minimizar o desperdício e aproveitar ao máximo os recursos.

Tingimento

e Acabamento Sustentável

O tingimento e acabamento de peças de vestuário são responsáveis por uma parte importante da poluição e do consumo de recursos gerados pela indústria têxtil.

Por esta razão, é importante levar em consideração que existem alternativas "verdes" para o tingimento e acabamento têxtil, capazes de eliminar o descarte de quimicos perigosos no meio ambiente e reduzir o consumo de agua e energia.

O greenofchange® garante uma combinação de produtos químicos seguros e processos eficientes, dando uma importante contribuição para reduzir o impacto de um ambiente de fabricação de roupas e das pessoas.

Lavagem

e uso consciente

Mesmo que pareça estranho, a maior parte da energia usada no ciclo de vida do algodão acontece após a compra. Além disso, de acordo com um relatório da IUCN, a lavagem de têxteis sintéticos representa 35% de todos os microplásticos nos oceanos.

 

A adoção de um regime de lavanderia ecologicamente correto é um exemplo de como os hábitos dos consumidores podem ter um impacto direto na saúde do planeta.

A lavagem de cargas completas, usando o ciclo de lavagem correto, trocar o equipamento por máquinas de lavar com eficiência energética, lavar sem temperatura, secagem em linha e usando detergentes biodegradáveis ​​de lavagem, tudo contribui para a sustentabilidade.

Descubra mais sobre greenofchange® 

Fontes

 

  • PricewaterhouseCoopers

  • Euromonitor International

  • Health and Environment Justice Support

  • McKinsey & Company 

  • Consumer Survey Report – Fashion Revolution 

  • Forbes

Por favor, preencha o formulário para mais informações

Contact Us