Verdade Inconveniente:

a moda é uma das indústrias mais poluidoras do mundo.

A poluição produzida pela indústria têxtil tem um enorme impacto no planeta e as razões são muito fáceis de entender. Um número de peças de vestuário produzidas dobrou anualmente desde o ano 2000 e ultrapassou 100 bilhões de peças pela primeira vez em 2014.

Segundo o grupo Lenzing, o consumo mundial de têxteis foi de 95,6 milhões de toneladas em 2015. Devido a estes numeros, a indústria da moda gera impactos no meio ambiente podem ser verdadeiramente profundos e prejudiciais.

Os principais problemas ambientais causados pela indústria têxtil  são a poluição da água, do ar e resíduos sólidos.

Poluição

da Água

A indústria têxtil usa milhões de litros de água todos os dias. Isso porque, para produzir 1 kg de tecido, normalmente são consumidos 200 litros de água: lavagem da fibra, branqueamento, tingimento e, em seguida, limpeza do produto acabado.

O problema não reside no alto uso, mas no fato de que muitas vezes as águas residuais não são tratadas e removidos os poluentes antes de serem descartadas no meio ambiente.

Como consequência, de acordo com alguns estudos cerca de 20% de toda a poluição da água doce é feita por tratamento têxtil e tingimento

Os maiores volumes de água e descartes no processo de produção têxtil são responsáveis ​​pela toxicidade da vida aquática.

stâncias como formaldeído, cloro e metais pesados ​​são descartadas em leitos de água e consumidos em atividades diárias por um grande número de pessoas.

Poluição

do Ar

Segundo alguns estudos, o setor de vestuário responde por 10% das emissões globais de carbono e é o segundo maior poluidor industrial.

Especificamente, os poluentes atmosféricos produzidos pela indústria têxtil incluem:

  • óxidos nitrosos e dióxido de enxofre produzidos nas fases de produção de energia;

  • componentes orgânicos voláteis (VOCs) produzidos em revestimento, cura, secagem, tratamento de águas residuais e armazenamento de produtos químicos;

  • vapor de anilina, Sulfeto de hidrogênio, cloro e dióxido de cloro produzidos em estágios de tingimento e branqueamento.

Poluição 

de Resíduos Sólidos

A indústria têxtil também produz muitos resíduos sólidos.

Globalmente, a cada ano, cerca de 90 milhões de peças de vestuário acabam em aterros sanitários.

 

Além disso, os resíduos produzidos em leitos de água, causam problemas ambientais.

Alguns dos poluentes que acabam em aterros incluem:

 

  • Fibras, sucatas de fibra, aparas e embalagens de resíduos produzidos na preparação de fibra

  • Lixo desperdiçado e retido no tratamento de águas residuais

  • Embalagens, produtos químicos e pacotes de corantes.

Estes varios tipos de poluição lançados no meio ambiente pela indústria têxtil se tornam perigosos, tanto para o planeta como para o ser humano.

Uma nova abodagem neste tema é cada vez mais necessária.

 

greenofchange® é uma solução alternativa e sustentável aplicada a todo o processo de acabamento de vestuário, que pode produzir uma importante economia de recursos e reduzir radicalmente a liberação de produtos químicos perigosos no meio ambiente.

Fontes

 

  • Fibre2fashion

  • Pulse of The Fashion Industry Report 2018

  • Ethicalunicorn

  • Fabricoftheworld

  • Changingmarkets

  • Forbes

  • Smallbusiness

  • Onegreenplanet

Por favor, preencha o formulário para mais informações

Contact Us